quinta-feira, 9 de maio de 2019

MEU NOME COMPLETO

Desde que comecei a  ler e escrever(e faz muito tempo)sempre gostei do meu nome,não só do ANTÔNIO,mas também dos Apelidos de Família,ou como dizemos no Brasil,do Sobrenome.No meu caso do LUIZ GOMES. São nomes e sobrenomes fáceis de escrever e de lembrar,pelo menos para quem se utiliza do idioma Português.
Sei que meu nome é um nome comum. E deve ter muitos homônimos. E,segundo me informava meu pai, enquanto estava vivo,o meu primeiro nome (ANTÔNIO) foi em homenagem ao Santo português,da cidade de Pádua,Portugal. Mas, também para agradar minha mãe,que era muito católica. Já os apelidos da Família,por parte dele,claro,(que me registrou),eram e são a nossa herança patronimica de origem portuguesa mesmo e vieram dos antepassados de meu pai e avós que vieram de Portugal para o Estado de Pernambuco,Brasil,no começo do século XIX. 
Minha mãe teria as mesmas origens,embora com miscegenação mais ligadas aos negros africanos,que deram origem à família do pai dela. Meu pai, ao me registrar,machista que era,não quis colocar no meu nome nem o Herculano nem o Sales,que eram da família de minha mãe. Assim permanesci com os sobrenomes da família só dele mesmo. E todos os meus irmãos homens(já falecidos),assinavam "Luiz Gomes",tal como eu .
Isso era muito comum na época. Os homens resolviam tudo e colocavam nos filhos os nomes e sobrenomes que eles queriam. A mulher não intervia muito nisso.Era tradição também.
O que eu não sabia e que agora sei, é que existem muitas pessoas com o mesmo nome que eu. Igualzinho .Ou seja,que assinam Antônio Luiz Gomes,tal como eu. Mas,obviamente, têm origens diferentes ,como os nomes de pais diferentes;datas de nascimento diferentes e locais de nascimento diferentes.Eu por exemplo nasci em Pernambuco,tal como meu pai. 
Em certa ocasião,agora já morando em Goiânia,GO, perdi meus documentos. E fui procurar no Correio,como muita gente faz.E os encontrei. Mas tinham outros homônimos lá na relação deles,de pessoas que também já tinham perdido os documentos. 
E, em outra ocasião, indo num cartório "reconhecer a firma",soube que haviam mais sete homônimos. Só que eu ,obviamente, tinha o nome da mãe e do pai diferente dos outros. E também era diferente a data de meu nascimento. 
Ora,se eu encontrasse outra pessoas com todos dados iguais aos meus seria demais. 
-Seria um outro "EU" ?
Portanto,eu sou uma pessoa comum,com um nome comum.Mas,em alguns "pontos" sou diferente: na alma,nos sentimentos e na minha própria história de vida !  
E nenhuma vida é igual à outra,pelo que sei.
Para terminar, um dia destes,procurando meus próprios dados e de meus livros, no computador, descobri que tive um "xará" ilustre que pode até ser "ligado" aos meus antepassados,já que ele tem o nome e sobrenome iguais ao meu,mas que é nascido em Portugal. 
Este foi um português legítimo que viveu entre os séculos XIX e XX.  
Este Antônio Luiz Gomes do qual falo agora,era um Doutor em Direito que estudou e se formou na Universidade de Coimbra. Este nasceu na cidade de Porto, Portugal. Foi um político importante,chegou a Reitor dessa mesma Universidade onde se formou e chegou a fazer parte de um Governo Provisório em Portugal,em 1910. 
Ele até morou no Brasil,numa época em que foi o Embaixador de Portugal,no Brasil. Contudo,ressalto aqui que,apesar de ser um homônimo,afirmo que segundo pesquisei, não sou descendente direto dele. Ele pode até ter sido um parente meu,originário do mesmo ramo da Família Luiz Gomes ou só GOMES,que é muito grande em Portugal e também no Brasil.
Este Doutor Antônio Luiz Gomes, do qual falo agora era português, nasceu em 1863 e faleceu em 1961,com 98 anos de idade. Ele foi homenageado pelo seus compatriotas e tem uma Rua com seu nome,na cidade de Porto, Portugal,na Europa.
Ou seja, em Portugal ,na cidade de Porto,tem uma rua na cidade com o meu nome,que ,na verdade é uma homenagem ao ilustrre homônimo português citado acima. Uma Rua Dr. Antônio Luiz Gomes,que não sou eu.A coincidência fica mesmo só nisso e no fato de eu também ser formado em Direito,como ele. 
E fico orqulhoso de saber que há essa Rua em homenagem a um xará lusitano, ilustre.
Ele merece !
.................................................
Texto original de Antônio L. Gomes
09/05/2019.



Nenhum comentário:

Postar um comentário